como ser um parceiro ?

sprint basic

COMO SER UM PARCEIRO:

Uma parceria é um arranjo em que duas ou mais partes estabelecem um acordo de cooperação para atingir interesses comuns. Parcerias podem ser estabelecidas entre sujeitos públicos ou privados, individuais ou coletivos, para a realização de intervenções finalizadas sobretudo ao desenvolvimento econômico ou social de um determinado grupo ou território. As parcerias funcionam como uma estratégia empresarial com vista à otimização da sustentabilidade empresarial. Dentre várias vantagens destaca-se: a compatibilidade de objetivos estratégicos, o aumento da rentabilidade, a confiança, a melhoria de acesso ao mercado, o fortalecimento das operações, a melhoria da capacidade tecnológica.

Como conquistar novas parcerias de negócios

Quem empreende sabe que fazer boas parcerias pode ser uma estratégia poderosa para expandir o alcance da sua empresa, serviço ou produto. Com uma simples parceria é possível ampliar seu público e, consequentemente, seu número de clientes. Algumas parcerias são formais, como a cadeia de fornecimento de terceiros, enquanto outras são menos formais, como quando donos de empresas diferentes fazem uma parceria para fecharem juntos um serviço. Portanto, é do interesse de toda empreendedora saber como fazer que suas parcerias tanto formais, quanto informais sejam saudáveis e feliz, o que provavelmente vai resultar no sucesso mútuo.

Dicas certeiras para fazer parcerias para sua empresa

Pesquise possíveis parcerias Para uma parceria de negócios gerar bons resultados, ela precisa ser vantajosa para todos os envolvidos, ou seja, tanto para você quanto para a empresa parceira. Por isso, antes de abordar um possível parceiro, deixe claro o que cada parte tem a ganhar com essa ligação. Quanto mais informação você tiver sobre o seu negócio, mais fácil convencer possíveis parceiros sobre as vantagens de se associar a você e ao seu produto. Por isso, conheça cada detalhe da sua empresa e da sua área de atuação. Identifique quais as competências que faltam a você, quais delas podem ser desenvolvidas internamente e quais poderia alavancar por meio de parcerias. O objetivo aqui é descobrir as práticas que podem ser integradas aos seus processos, para gerar uma vantagem competitiva para o seu empreendimento, e vice-versa. Como você levantar esses dados? Busque todas as informações na internet e com pessoas que trabalham no seu mercado. Acesse site e redes sociais do potencial parceiro, descubra como funciona a empresa dele, quem são os clientes dele, os produtos e serviços. Faça um dossiê. É importante destacar que esse possível seu parceiro não precisar ser, necessariamente, do mesmo nicho ou subnicho que o seu, mas o público alvo dele deve compartilhar os mesmos interesses da sua persona para que a comunicação seja assertiva. Imagine uma empreendedora que venda bijuterias na internet e tenha um público que goste muito de moda e beleza. Ela pode buscar por parcerias dessa área de moda, beleza, cabelo, não necessariamente no ramo de bijuterias. Procure empreendedoras que pensam como você Quando você já tiver identificado as pessoas e empresas que atuam em determinada área, é hora de pensar em alianças mais fortes e duradouras. Para isso, você precisa levar em conta os valores e princípios éticos com os quais já trabalha e verificar na sua rede onde eles também se encontram. Procure líderes e empreendedoras que estejam alinhadas com seus valores e crenças. Isto pode refletir no futuro de suas negociações. Empresas de maior porte com administração tradicional e hierarquia bem definida terão dificuldade de se associar a empresas com horários mais flexíveis e processos menos rígidos, por exemplo. Você conseguiria se adaptar à uma cultura muito diferente da sua? Na dúvida se o esforço de adaptação vale a pena, lembre-se do primeiro tópico desse texto: as parcerias só são benéficas quando suprem as necessidades de todos os envolvidos. É muito importante que seu parceiro de negócio tenha a mesma visão que você, caso contrário, haverá muita discussão, o que pode impactar em decisões que poderiam trazer bons resultados para ambos.